Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

O gesto nobre de doar sangue

     Um ato solidário e de grande importância que não consome quase tempo nenhum é doar sangue. Uma doação pode ajudar até três pessoas, pois cada colheia é dividida em hemácias (globulos vermelhos), plaquetas e plasma. Este ato solidário é muito importante, porque não se consegue fabricar sangue artificialmente.

 

     Uma doação extraí cerca de 450 mL de sangue - menos de dez por cento do sangue do doador -, a colheia demora cerca de 4 a 10 minutos. No entanto, antes de se proceder à colheita há um conjunto de teste para perceber se o doador está em condições de o fazer ou não, pelo que o processo completo demora cerca de 40 minutos. O nosso organismo repõe o sangue doado durante as primeiras 24 horas, sendo que apenas se precisa de ter uns pequenos cuidados na véspera e no dia da colheita.

 

IPST_Vodafone_ZWAME.jpg

 

     Os cuidados passam por se hidratar com água ou chá, evitar grandes períodos de exposição solar, evitar exercício físico. Se a colheita for de manhã deve tomar o pequeno almoço, se for depois do almoço deve aguardar 3 horas, devido à digestão.

 

     Doar sangue não altera o peso, nem a densidade do sangue, não vicia, não dói, pode se fazer quando se está de dieta e a mulher pode doar durante a menstruação. Há algumas restrições, como ter feito uma tatuagem à menos de um ano.

 

     As mulheres podem doar de 4 em 4 meses e os homens de 3 em 3. Para poder doar tens de ter mais de 50 kg, ser saudável e ter mais de 18 anos.

 

     O que te deve motivar a doar sangue é o facto de estares a ajudar alguém que precisa, no entanto deverás-te informar sobre os teus direitos como doador de sangue.

 

 

 

 

Um abraço,

Cláudia.

Segue-nos