Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

Inspiration Friday

Imagem preferida da neve

 

Fotografia da semana

 

Estilo de unhas preferido

 

Adorava visitar

 

Bom fim de semana,

Cláudia

Segue-nos

Pele hidratada no inverno

No Inverno a pele tende para ficar mais seca e por isso é necessário hidratá-la para que se mantenha jovem, saudável e macia.

A minha maneira preferida de o fazer é usando óleos pois é uma maneira natural de o fazer. 

Atenção, se tiver pele muito oleosa ou tendência para acne e pontos negros, evite aplicar hidratante nessas zonas e consulte um dermatologista para obter uma analisa mais indicada para o seu caso. Se tiveres menos de 16-18 anos, não exageres na utilização de hidratantes, pois isso pode causar a abstração dos poros e também alterações no seu funcionamento, uma vez que esta é a fase em que se desenvolvem com maior intensidade.

Então aqui fica a sugestão de alguns óleos.

 

 

Óleo de Aloé Vera

 

 

Azeite

Tem propriedades anti-rugas e também hidratante e clareia os cotovelos, calcanhares e joelhos.

 

Óleo de Amêndoas Doces

Não deve ser usado por pessoas alérgicas a sementes oleaginosas.

Hidrata a pele seca, diminui a comichão e torna a pele macia e tonificada. Pois as amêndoas é rica em proteínas, ferro e cálcio. Têm também poder rejuvenescedor e regenerativo.

 

Óleo de Coco

Ideal para prevenir rugas. Contém vitamina E e ácido láurico.

 

Óleo de Semente de Uva

 Ideal para cicatrizes e pessoas alérgicas a sementes oleaginosas.

 

 

Qual é o teu favorito?

Deixa nos comentários.

Até ao próximo post,

Cláudia.

Segue-nos

Inspiration Friday

Cabelo favorito:




Adorava estar aqui:




Penteado favorito:



Unhas favoritas:



Bom fim-de-semana.

Helena (:

Segue-nos

Poupar nos presentes de Natal

O Natal é, por natureza, uma época de paz, amor, fraternidade e partilha. Uma quadra de reunião da família e dos amigos que se tornou, em simultâneo, um período em que se gasta mais dinheiro do que o costume. 

 

Como lidar com o consumo na época natalícia? A questão impõe-se nesta altura. Proteje-te, não desesperes e aproveita para tentar poupar. A multiplicação de convites para jantares, reencontros e trocas de presentes poderá ser encarada como uma tentação para o teu orçamento, especialmente na atual conjuntura de contenção orçamental. A organização será a tua maior aliada.

 

Hoje vou dar-te algumas dicas para saboreares em pleno a quadra natalícia, gerires o teu dinheiro e conseguires poupar verdadeiramente.

  1. Orçamentar
    Planeia os teus gastos. Contabiliza o número de jantares para os quais poderás vir a ser convidada, assim como os presentes que queres oferecer.
  2. Antecipar
    O ideal é ires comprando os presentes ao longo do ano. Se não conseguires fazê-lo, prepara uma lista com três colunas e preenche-a com nomes, tipo de ofertas e o montante que pretendes gastar.
  3. Adotar o amigo secreto
    Nas empresas, a estratégia do amigo secreto é muito comum. Podes tentar replicar esta solução na tua família, assim conseguirás reduzir o número de presentes e o investimento associado.
  4. Aproveitar campanhas e promoções
    A crise antecipou a época de promoções. Atualmente, é mais fácil encontrar campanhas aliciantes antes de 25 de dezembro. Também poderás adiar a troca de presentes e tirar partido da época de saldos.
  5. Comparar sempre
    Também nesta época do ano será importante comparar preços. Confere os valores nas plataformas online e poupa nas deslocações.
  6. Utilizar o cartão de crédito com cautela
    Uma conjuntura apelativa ao consumo exige responsabilidade na utilização do cartão de crédito. Não é aconselhável fazeres compras de valor superior ao que podes pagar em 50 dias, limite a partir do qual são aplicados juros.

Espero que tenhas gostado deste post, e que possas aproveitar estas dicas nos teus presentes de Natal.

Boas compras,

Helena.

Segue-nos

Inspiration Friday

Animal mais amoroso

 

Tão apetitoso

 

Que local bonito

 

Frase Favorita

Dizer sim à felicidade significa dizer não a coisas e pessoas que não te fazem bem

 

 

Bom fim de semana,

Cláudia

Segue-nos

Sobremesas saudáveis de Outono

Hoje o tema é sobremesas típicas da época que são deliciosas e muito mais saudáveis do que os comuns doces. Porém podem ser comidas como lanchinhos entre refeições.

 

Maçãs Assadas

Não necessitam de mais nada mas quem gostar pode adicionar mel ou vinho do Porto.

Sendo fruta podem esperar obter delas: doçura, vitaminas, fibras e outras substâncias com efeitos desejavéis. Não esquecer que a maçã está na lista dos alimentos para comer sem livremente.

 

Castanhas Assadas

Eu adoro-as assadas no lume mas podem ser feitas no forno. Podem optar por por sal e fica com aquele sabor típico da castanha ou sem sal e fica com um sabor igualmente bom mas mais açucarado.

Quem não gostar delas assadas pode optar por cozê-las.

 

Iogurte com frutas

Uma ideia simples, escolhes por exemplo uma fruta da época (mas podes escolher outras coisas) e relas ou cozes a fruta. Depositas um bom bocado no fundo de um recipiente e cobres com iogurte. Se não comeres de imediato mantêns-na no frigorifico e depois desfrutas dela, bem quentinha - enrolada numa manta ou sentada ao lume...

Gostam das sugestẽs? Lembram-se de alguma que gostem nestes dias frio? Deixem nos comentários.

Até ao próximo post,

Cláudia.

Segue-nos

Inspiration Friday

Animal favorito:

Quero visitar:

Adoro esta paisagem:

Ideia origianal para reutilizar:

Bom fim-de-semana.
Helena (:

Segue-nos

PlayList: como escolher

Já ouviram falar de uma playlist para a boa concentração escolar ou no trabalho?
Já devem ter ouvido falar disto nas noticias, talvez, ou então as tuas amigas já te falaram disso. 
Se tens filhos na escola ou ainda estas a estudar, ou até mesmo o teu trabalho exige de ti muita concentração, podes experimentar esta playlist para obteres melhores resultados e ajudar-te na concentração. 

 

Esta playlist foi criada por profissionais da música.

Estudos mostram que o tipo certo de música pode relaxar a tua mente, permitindo uma melhor concentração. Perfeita para estudar, fazer atividades de casa ou trabalhar para cumprir prazos, esta playlist reduzirá distrações e vai ajudar-te nos teus trabalhos ou no stress após um dia cansativo.

  • Música clássica pacífica e harmoniosa é uma das melhores opções para estudares ou trabalhares.
  • Está provado que a música de Mozart melhora o desempenho mental. Eles chamam isso de ” Efeito Mozart “, tenta incluir algumas partituras na tua lista.
  • Música ambiente. É mais moderno do que o clássico e o efeito de sons instrumentais é semelhante.
  • Coloca sons da natureza (chuva, ondas, floresta) ou animais. Não é exatamente música, mas é relaxante e faz sentir-te que estás noutro mundo.
  • Ouve música em baixo volume. O protagonista aqui é o estudo ou o trabalho e a música tem que estar em segundo plano.
  • Cria uma lista de reprodução com as tuas músicas favoritas com antecedência, para evitares de encontrar novas músicas a cada 5 minutos.

Dica: Podes criar uma conta no YouTube e escolheres um canal que te ofereça uma lista pronta ou podes criar a tua própria lista. Basta digitares no campo de busca o cantor, música ou ritmo que desejares e escolheres as opções. 

 

  • Não ouças música no rádio. O diálogo dos apresentadores e anúncios irá distrair-te.
  • Faz listas de reprodução que dure um máximo de 2 horas. A pausa da música será um bom lembrete para ter um descanso.
  • Escuta música não só para estudar ou trabalhar, mas também para relaxar antes de dormir, quando práticas exercícios ou quando estiveres a fazer tarefas de casa. A música ajuda a relaxar.
Evita passar horas a selecionar músicas, pensa naquelas que mais gostas, em ritmos mais calmos. No final do dia, o que é importante não é escolher a melhor música do mundo, mas sim tornar os teus estudos ou trabalhos mais produtivos. 
Agora estás pronto para criar a tua lista e tornares o momento de estudo ou trabalho mais dinâmico.
 
Se tiveres alguma sugestão de música, deixa nos comentários e podes também compartilhar as tuas músicas favoritas para estudar ou trabalhar. 

 

Bons estudos ou bons trabalhos.

Helena.

 

Segue-nos