Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

Chocolate &Pimenta

Um blog cativante, animado e com tudo o que uma jovem mulher gosta. Beleza. Moda. Cosméticos. Viajens. Vida Suadável. Receitas. Livros. Decoração. Inspiração. E passatempos com produtos de grandes marcas.

Inspiration Friday

Imagem amorosa favorita:



Imagem de um aninal fofo:



Adoro o pôr do sol:



Conjunto favorito:



Bom fim-de-semana (:

Segue-nos

Pequeno-almoço saudável e completo

Olá meninas.

O post de hoje vai ser sobre o pequeno-almoço. 

 

Como todas sabemos, o pequeno-almoço é a primeira e a principal refeição do dia, por isso, deve ser saudável, completa e que nos dê energia para o resto do dia. Então, hoje trago-vos algumas dicas para fazerem um pequeno-almoço saudável, completo e cheio de energia para o resto do dia. Espero que gostem.

Para teres energia e um corpo saudável, deves começar bem o dia com um pequeno-almoço completo, pois como ja referi antes, é a refeição mais importante do dia. Deves tomar o pequeno-almoço até 1hora depois de acordares, caso isso nao aconteça significa que saltas-te o pequeno-almoço. E isso pode ser drastico para a energia e o peso!

 

Há várias combinações saudaveis que podem fazer, mas e essencial que 3 nutrientes estejam sempre lá:

 - hidratos de carbono de absorção lenta como cereais integrais (aveia, centeio, cevada, trigo integral, espelta, etc.) ou pão escuro;

- fonte de cálcio e proteína como iogurte/queijo ou seus substitutos de soja/amêndoa/sésamo/aveia/etc.. de preferência enriquecidos em cálcio;

- fruta fresca cheia de vitaminas.

Aqui ficam três sugestões de pequeno-almoço completo, saudável e saboroso:

- leite magro ou bebida de soja sem adição de açúcar, com flocos de aveia integrais (metade da quantidade do leite) cozinhados e adição de frutos silvestres;

- fatias de pão escuro com ricotta, banana e frutos vermelhos aquecidos, acompanhado de uma tisana;

- batido com 1 peça de fruta, iogurte magro de vaca ou leite de sésamo/amêndoa e alguns flocos de aveia integrais apenas para engrossar – deves juntar canela para tornar a absorção do açúcar da fruta mais lenta  – (truque da nutricionista). 

Deixem a vossa opinião, e dicas para um pequeno-almoço saudável e completo.

Beijinhos,

Helena.

Segue-nos

Inspiration Friday

Imagem de viagem favorita:

 

Vários estilos de tranças:

 

 

Ideia preferida:

 

 

Fio preferido:

 

 

Animal preferido:

 

Deixem nos comentários quais as imagens ou videos que vou inspiraram esta semana.

 

Bom fim de semana.

Segue-nos

3 alternativas ao açúcar branco

Olá meninas. O açúcar tal como outros alimentos deve ser ingerido, no entanto com moderação. Para que possamos comer coisas doces sem exagerar no açúcar branco podemos optar por escolher algumas alternativas. Tendo sempre noção que estas alternativas em exagero podem ter malefícios tal como o açúcar.

 

Estas são as minhas alternativas perferidas, se bem que costumo usar mais o mel natural e a stevia. Não aconselho a usar outros açúcares simples (nem sólidos, nem líquidos), nem a usar adoçantes.

 

 

Aqui ficam alguns malefícios do açúcar branco quando ingerido em exagero:

  • Pode desativar o seu sistema imunológico e prejudicar suas defesas contra doenças infecciosas.
  • Desorganiza as relações entre os sais minerais no organismo: provoca deficiência de cromo e cobre; interfere na absorção de cálcio e magnésio.
  • Pode provocar um aumento rápido de adrenalina, de hiperatividade, de ansiedade, de dificuldade de concentração e de irritabilidade em crianças.
  • Pode provocar um aumento significativo no nível total de colesterol, triglicerídeos e mau colesterol, e reduzir o do bom colesterol.
  • Provoca a perda de elasticidade e funcionalidade dos tecidos.
  • Alimenta as células cancerosas e está relacionado ao desenvolvimento de câncer de mama, ovário, próstata, reto, pâncreas, trato biliar, pulmão, vesícula e estômago.
  • Pode aumentar o nível sanguíneo de glicose em jejum e provocar, como reação, hipoglicemia.
  • Pode piorar a visão.
  • Pode provocar muitos problemas do trato gastrointestinal, como gastrite, indigestão, má absorção em pacientes com doença intestinal funcional, aumento do risco de doença de Crohn, colite ulcerativa.
  • Sua ingestão é mais alta em portadores de mal de Parkinson.
  • Pode provocar o envelhecimento prematuro.
  • Pode levar ao alcoolismo.
  • Pode acidificar a saliva, estragar os dentes e provocar doença periodontal (das gengivas).
  • Contribui para a obesidade.
  • Pode provocar doenças autoimunes como artrite, asma e esclerose múltipla.
  • Ajuda muito na infecção descontrolada de Candida Albicans (fungo).
  • Pode provocar cálculos de vesícula.
  • Pode provocar apendicite.
  • Pode provocar hemorroida.
  • Pode provocar varizes.
  • Pode elevar a resposta de glicose e insulina em usuárias de contraceptivos orais.
  • Pode contribuir para a osteoporose.
  • Pode provocar uma queda na sensibilidade à insulina, provocando assim um nível elevado e anormal de insulina e, finalmente, diabetes.
  • Pode reduzir o nível de vitamina E.
  • Pode aumentar a pressão sanguínea sistólica.
  • Pode provocar sonolência e redução da atividade em crianças.
  • Sua ingestão elevada aumenta o nível de produtos glicosados avançados – PGA (moléculas de açúcar que se ligam às proteínas do corpo), danificando-as.
  • Pode interferir na absorção de proteínas.
  • Provoca alergias alimentares.
  • Pode provocar toxemia durante a gravidez.
  • Pode contribuir para o eczema em crianças.
  • Pode provocar aterosclerose e doença cardiovascular.
  • Pode prejudicar a estrutura do DNA.
  • Pode modificar a estrutura das proteínas e causar uma alteração permanente na maneira como agem no corpo.
  • Pode fazer a pele envelhecer ao mudar a estrutura do colágeno.
  • Pode provocar catarata e miopia.
  • Pode provocar enfisema.
  • Sua ingestão elevada pode prejudicar a homeostase fisiológica de vários sistemas do organismo.
  • Reduz a capacidade de funcionamento das enzimas.
  • Pode aumentar o tamanho do fígado ao fazer as células do órgão se dividirem e aumentar o nível de gordura no mesmo.
  • Pode aumentar o tamanho dos rins e produzir mudanças patológicas no órgão, como a formação de cálculos renais.
  • Pode danificar o pâncreas.
  • Pode aumentar a retenção de fluidos no organismo.
  • É o inimigo nº 1 do funcionamento do intestino.
  • Pode danificar o revestimento dos capilares.
  • Pode deixar os tendões mais frágeis.
  • Pode provocar dores de cabeça e enxaquecas.
  • Pode reduzir a capacidade de aprendizado, afetar negativamente as notas das crianças e provocar transtornos de aprendizagem.
  • Pode provocar o aumento das ondas cerebrais delta, alfa e teta e assim alterar a capacidade de pensar com clareza.
  • Pode provocar depressão.
  • Pode aumentar o risco de gota.
  • Pode aumentar o risco do mal de Alzheimer.
  • Pode provocar desequilíbrio hormonal, como aumentar o nível de estrogênio em homens, exacerbar a TPM e reduzir o nível de hormônio do crescimento.
  • Pode provocar tonturas.
  • As dietas ricas em açúcar aumentam os radicais livres e o estresse oxidativo.
  • As dietas com muita sacarose em indivíduos com doença vascular periférica aumentam significativamente a adesão das plaquetas.
  • Seu consumo elevado por adolescentes grávidas pode levar a uma redução substancial da duração da gravidez e está associado à duplicação do risco de ter um bebê pequeno demais para a idade gestacional.
  • É uma substância que vicia.
  • Pode embebedar, como o álcool.
  • Dado a bebês prematuros pode afetar o volume de dióxido de carbono que produzem.
  • Seu consumo em excesso pode aumentar a instabilidade emocional.
  • É transformado em quantidade 2 a 5 vezes maior de gordura na corrente sanguínea do que o amido.
  • Sua absorção rápida promove a ingestão excessiva de comida em obesos.
  • Pode piorar os sintomas de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).
  • Afeta negativamente a composição de eletrólitos da urina.
  • Pode reduzir a capacidade de funcionamento das glândulas adrenais.
  • Tem potencial de provocar processos metabólicos anormais em indivíduos saudáveis normais e promover doenças crônicas degenerativas.
  • A alimentação intravenosa com água açucarada pode interromper o fluxo de oxigênio para o cérebro.
  • Pode aumentar o risco de poliomielite.
  • Sua ingestão elevada pode provocar convulsões epilépticas.
  • Provoca pressão alta em pessoas obesas.
  • Em unidades de tratamento intensivo, a limitação de açúcar salva vidas.
  • Pode provocar a morte celular.
  • Em centros de reabilitação juvenil, quando as crianças passaram para uma dieta com pouco açúcar houve uma queda de 44% do comportamento antissocial.
  • Desidrata recém nascidos.
  • Pode provocar males das gengivas.

 

 

 

 

 
Quais são as vossas alternativas ao açúcar? Deixem nos comentários.

 

 

 

1 Informação baseada no site Viva Plenamente

Segue-nos

Inspiration Friday

Aninal favorito:



Imagem amorosa:



Adorava estar:



Unhas favoritas:



Bom fim-de-semana (:

Segue-nos

Como fazer a pedicure em casa

Olá meninas.

O post de hoje é dedicado aos pés. Vou dar-vos algumas dics para fazerem a vossa própria pedicure em casa.

 

 

Se durante todo o ano, utilizarem estas dicas, que são cuidados essenciais, os vossos pés vão ficar ainda mais bonitos, macios e livres de fungos e bacterias.

Ao optar por fazer a pedicure em casa, vais necessitar de alguns instrumentos próprios, como: a tesoura, espátula, pau de laranjeira e lixa.

 

Atenção: Deves repetir este é um ritual a cada 15 dias.

 

 

Passos a seguir:

  1. Começa por retirar o verniz das unhas com algodão embebido num removedor próprio e utiliza a escova para retirar possíveis resíduos de sujidade por baixo das unhas.
  2. Prepara uma bacia com água morna e adiciona alguns sais ou óleos aromáticos, que ajudarão a relaxar e a hidratar a pele. Deixa os pés mergulhados na água durante cerca de 10 minutos.
  3. Usando uma tesoura ou corta-unhas próprio, corta as unhas mesmo acima da pele, para que estas não ultrapassem a extensão do dedo. O corte deverá ser feito a direito, para evitar as unhas encravadas. Apesar do formato quadrado, podes limar ligeiramente os cantos, para um aspeto mais bonito.
  4. Aplica o amolecedor de cutículas ao longo de todo o contorno da unha. Depois de deixar atuar durante alguns minutos, utiliza a espátula ou pau de laranjeira, para empurrar as cutículas. Evita sempre a remoção total das cutículas.
  5. Utilizando um esfoliante próprio para pés, massaja todo o pé, insistindo nas zonas mais espessas, como o calcanhar, para remover as células mortas. Se for necessário, utiliza uma lixa própria.
  6. Após a esfoliação, é essencial que hidrates a pele dos pés. Utiliza um hidratante próprio para pés, que garantirá os níveis necessários de hidratação. Massaja por todo o pé, incluindo entre os dedos.
  7. Humedeçe um disco de algodão num pouco de removedor de verniz e passa novamente nas unhas, de modo a retirar os restos de hidratante. De seguida, aplica uma base fortalecedora em todas as unhas e deixa secar. Finaliza com a aplicação do verniz de cor que preferires.
     

Deixem a vossa opinião nos comentários.

 

Até ao próximo post,

Helena.

 

Segue-nos

Inspiration Friday

Penteado Preferido

 

Adoro este género de desenhos

 

Conjunto Preferido

 

Lanchinho favorito

 

Unhas preferidas

 

Fotografia de amizade preferida

 

Há alguma imagem/video que vos inspirou esta semana? Partilhei o link nos comentários.

Bom fim de semana!

 

 

 

Para te manteres atualizada segue-nos no:

  

Segue-nos

Clássico ou Trendy, o que escolher?

Como é óbvio podem escolher as duas. Mas o que devem dar maior atenção e orçamento na hora da compra? Especialmente nesta altura de saldos torna-se complicado às vezes escolher as peças certas.

Então, clássico ou trendy?

CLÁSSICO, esta é a minha opinião. E porquê?

 

Investir a longo prazo

Anos 60 - trendy à esquerda e clássico à direita

 

 

A grande diferença entre as peças clássicas e as trendy é o tempo que a vais usar. Enquanto as trendy muitas vezes apenas se usam durante um ou dois anos as clássicas usar-se-ão sempre.

 

O que combina com o teu corpo

Todas nós temos corpos diferentes e devemos tentar sempre realçar as nossas melhores partes. O que acontece é que as roupas trendy são criadas para serem usadas pelo maior número de pessoas possível e a maioria dos compradores são de origens asiáticas, logo é muito provável que uma peça trendy não te favoreça tanto como uma clássica.

 

Qualidade

Como as peças trendy são feitas para grandes massas e para serem usadas durante pouco tempo, as marcas têm tendência a fugir na qualidade. O que é mais uma razão para preferirem gastar o dinheiro numa peça clássica com qualidade.

 

Versatilidade

 

As peças clássicas são muito mais fáceis de combinar do que as trendy. Podendo algumas delas serem usadas em qualquer ocasião e em qualquer estação.

 

Nunca terá vergonha de uma fotografia antiga

 

Por vezes, surgem tendências tão alienadas que anos mais tarde quase temos vergonha de admitir que as usamos – apesar de toda a gente a ter usado. Isso acontece especialmente se usamos esse tipo de peças em algum evento importante ou para tirar a fotografia para documentos que nos vão acompanhar durante anos.

Mesmo que isso vos tenha acontecido, não se sintam envergonhados pois naquela altura essa tendencia era mais que vulgar e além disso não devem ter vergonhada de quem são ou eram.

 

Estas são as minhas razões para escolher clássico.

E tu, clássico ou trendy? Ou ambas?

Deixa nos comentários a tua opinião.

Aproveita e vê outros posts relacionados como este e segue-nos no facebook, twitter e bloglovin’ para te manteres atualizado.

Segue-nos

Inspiration Friday

Pequeno-almoço favorito:



Ideia original:



Adorava fazer:



Frase favorita:



Bom fim-de-semana (:

Segue-nos